Tag Archives: segurança de alimentos

Desafios de segurança de alimentos em ingredientes e embalagens Asia – Como gerir sua cadeia de fornecimento para mitigar riscos

Como prometido, falaremos sobre os desafios de segurança de alimentos de ingredientes e embalagens provenientes da Ásia, uma realidade em nosso dia a dia que deve ser gerida para mitigar riscos inerentes às questões políticas e culturais dessa região fundamental na cadeia de fornecimento mundial. Recentemente, e a cada instante, escândalos e situações inaceitáveis em

Analise de causa 1

Não-conformidades: como elaborar seu plano de ação e colocá-lo em prática

Este texto tem como finalidade apresentar uma estrutura prática e sugerir algumas ferramentas básicas para auxiliar o seu dia-a-dia. Acompanhe a série de posts que virão para avançarmos juntos neste assunto e veja nossas sugestões de ferramentas de suporte. Tal sistemática deve ser aplicada não apenas por quem possui alguma certificação, como a FSSC 22000

Qual será o destino do auditor do caso do melão com Listeria?

Entre 2011 e 2012, ocorreu um dos surtos mais graves já registrados nos EUA, envolvendo melões cantalupe contaminados com Listeria monocytogenes e que levou 33 pessoas à morte e pelo menos 145 ficaram doentes. Já comentamos sobre isso neste post: http://foodsafetybrazil.com/produtores-de-melao-processam-o-auditor-que-os-aprovou-com-nota-superior/ Muitos de vocês devem estar perguntando que fim levou o caso. A empresa que

palito de madeira alimentos

Madeira em Contato com alimento

Atualmente ainda é comum se usar utensílios de madeira em contato com alimento tais como: pazinhas (para consumo de sorvete, por exemplo) e palitos de sorvete. Para auditorias em segurança de alimento o tema é complexo e polêmico, pois não existem Regulamentos específicos para embalagens de madeira. A Anvisa classifica madeira na mesma categoria de

RASFF 2013

Maiores causas de recall em alimentos pela União Europeia em 2013

O RASFF (Rapid Alert System for Food and Feed) é um sistema criado na União Europeia que permite um intercâmbio de informações rápido e eficaz entre os Estados Membros e a Comissão sempre que se detectam riscos para a saúde humana na cadeia alimentar humana ou animal. Todos os membros do RASFF (UE 28-onde se